segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Oficina de Timbres: Ligar a GT-10 no Computador

Olá povo guitarreiro!

Depois de quase um mês sem postar, irei iniciar uma nova sessão nos post do blog, chamada Oficina de Timbre.
O objetivo destes posts é dar dicas de configuração de setups, pedais, pedaleiras, multi-efeitos e também programas de simulação e gravação, baseados em minha experiência pessoal.

Para este início, irei explicar como fazer para ligar a pedaleira Boss GT-10 no computador pela porta USB.

Este é um recurso extremamente valioso na GT-10, pois permite usá-la como interface de audio para gravações, ou interface Midi por USB.

A utilização como interface de áudio é interessante pois permite fazermos gravações diretamente por ela, sem a necessidade de um amplificador.
Quando se usa um amplificador transitorizado, as simulações dos amplificadores da GT-10 são tão boas que chegam a se equipararem aos melhores amplificadores transistorizados e a gravação direta em linha é muito vantajosa, principalmente por eliminar o processo de microfonação do amplificador - onde perde-se qualidade.

Na ligação por USB, toda a simulação é feita dentro da GT-10, inclusive dos microfones. O resultado é o mais fiel ao amplificador possível.

Quando se usa um amplificador valvulado, esta diferença cai muito, e o uso das simulações deve ser avaliado com cuidado, pois não possuem toda a riqueza de harmônicos que um valvulado irá proporcionar.


GT-10 na USB

Bem, vamos ao que interessa - ligar a GT-10 via USB e configurá-la para usar em algum software de gravação. Neste exemplo, irei utilizar o software GarageBand com a GT-10, porém, os procedimentos são parecidos em quase todos os programas.


1 - Configure a GT-10 para funcionar no modo Advanced:
  • Aperte o botão System e depois navegue até o Menu USB, e aperte Enter;
  • Em Driver Mode, selecione a opção Advanced;
  • Em Monitor, selecione a opção Off

2 - Baixe e instale o driver da GT-10 para seu computador. Existem versões distintas para Mac e para Windows:

3 - Ligue a guitarra na GT-10 e depois conecte-a com um cabo USB ao computador;

4 - Configure o GarageBand para usar a GT-10:

  • Abra o GarageBand;
  • Crie um novo projeto;
  • Vá em Preferências e na guia Audio/MIDI configure para que a Entrada de Audio seja feita pela interface da GT-10;
  • A saída de audio fica a seu critério, pois pode sair pelo auto-falante do computador (ou pela saída de fones) ou então pela própria saída de audio da GT-10 (ou pela saída de fones dela);


5 - Configure a trilha de gravação:
  • Crie uma nova trilha de instrumento real;
  • Marque a opção que habilita a gravação da trilha da guitarra;
  • No painel de informações da trilha, habilite a monitoração (sem proteção de microfonia)


Pronto, agora é só tocar e gravar á vontade.
Para estudar e gravar músicas, pode-se criar uma nova trilha e importar músicas do iTunes para ela.

Observações da GT-10 com o GarageBand
  • O pedal de expressão da GT-10 irá regular o volume da trilha no software. Porém, ele não regula apenas o volume da trilha da guitarra, mas de qualquer trilha, desde que selecionada;
  • Por não haver opção de se desativar o mapeamento do volume da trilha com o pedal de expressão, o uso de efeitos no pedal de expressão (wah-wah e whammy) não funcionarão adequadamente, pois terão seus volumes interferidos;
  • Na GT-10 a opção de Monitor deve estar desativada para não se ouvir o som puro da guitarra (sinal não processado).

É isso aí pessoALL!
Espero que tenham gostado. Quaisquer dúvidas postem aí que responderei com prazer.
Abraços!

5 comentários:

Anônimo disse...

Você acha que eu poderia fazer muita coisa com esta pedaleira? Tipo rolar um ritmo de bateria no pc, e conectar a GT-10 com um fone, ou algo do tipo... é que eu num saco muito de pedaleira, mais me amarro em tecnologia. Ass: Raphael Silva - ES

Anônimo disse...

eu naum encontrei o garageband amigo como faço para baixar? valeu abraço....

Leandro C. Almeida disse...

Olá Rafael!
Esta pedaleira é muito boa e dá prá fazer muita coisa sim, inclusive as que você falou sobre usar um acompanhamento no pc.
Eu fazia assim: abria um software de gravação de som (Sonar, ProTools ou GarageBand, este é só para Mac's), colocava uma trilha com um MP3 que eu queria acompanhar e criava uma outra trilha para guitarra.

Aí eu mandava rodar a trilha e tocava e/ou gravava junto com ela. Muito legal isso!

Agora, se vc leu minhas postagens posteriores, saberá que para pedaleiras eu gostei ainda mais da POD HD500, que também simula bem os sons de amplificadores valvulados.

Abs!

Cleber Santos disse...

brother estou usando a gt10 como interface no amplitube mais esta misturando o som, como faço para sair so o som do amplitube?

Vinicius mineiro do amaral disse...

reseta um banco

Postar um comentário